Veja dicas para evitar que seu cartão de crédito seja clonado

Veja dicas para evitar que seu cartão de crédito seja clonado 



Ao efetuar o pagamento com cartão de crédito, procure acompanhar o processo de preparação do comprovante. Mantenha sua senha em sigilo.

Alguns cuidados podem evitar o roubo, o extravio ou a clonagem do cartão de crédito, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços:

- Nunca forneça seus dados pessoais por telefone, mesmo se a pessoa afirmar que é da administradora do seu cartão de crédito.

- Ao comunicar o roubo ou extravio do cartão, peça à Central de Atendimento da operadora a confirmação do número da notificação.

- Seu cartão de crédito é de uso pessoal. Não empreste nem ceda seu cartão magnético em hipótese alguma.

- Nunca guarde o cartão e a senha no mesmo lugar.

- Não escolha as datas do nascimento, nem repita o mesmo número como senha do cartão magnético.

- Mantenha sigilo absoluto sobre sua senha.

- Troque a senha periodicamente.

- Não utilize computador de uso público para acessar sua conta corrente.

- Não aceite ajuda de pessoas desconhecidas no banco. Quando necessitar de esclarecimentos, recorra aos funcionários conhecidos ou identificados.

- Fique alerta à aproximação de estranhos.

- Desconfie de esbarrões aparentemente acidentais.

- Procure fazer saques especiais durante o dia e em caixas eletrônicas instalados em locais de grande movimento.

- Se houver necessidade de fazer saques durante a noite, não vá sozinho e dê preferência a locais fechados e de grande movimentação, como shoppings. A dica vale para fins de semana e feriados.

- Se houver problemas com o terminal, cancele a operação e entre em contato com o banco.

- Não aceite celular de terceiros para se comunicar com o banco. A senha pode ficar na memória do aparelho.

- Completada a operação, divida o valor entre os bolsos e saia do local o mais rápido possível.

- Ao efetuar o pagamento com cartão de crédito, procure acompanhar o processo de preparação do comprovante, evitando que o cartão fique longe de sua vista.

- Se o boleto de compra tiver papel carbono, inutilize-o após a assinatura.

- Preste muita atenção quando o sistema utilizador for eletromagnético; uma pessoa desonesta pode passar o seu cartão mais de uma vez, sem que você perceba.

- Solicite sempre sua via de comprovante de venda e confira o valor declarado da compra antes de assiná-lo.

- Guarde bem o cartão. Não deixe em hotel, carro ou em mala a ser despachada.

- A clonagem do cartão pode ser feita justamente quando o cartão não está à vista do cliente: o cartão é passado em um aparelho do tamanho de uma carteira de cigarros, com um trilho para leitura de tarjas magnéticas, que registra as informações do titular e permite a duplicação.

O Procon tem algumas orientações para quem quer evitar problemas com o cartão de crédito:

- Ao assinar a proposta de adesão junto à administradora de cartão, o consumidor deverá ler atentamente todas as cláusulas, riscando espaços em branco. Nela devem constar a data de vencimento e a anuidade, que variam de cartão para cartão.

- Alguns cartões cobram juros a partir da data da compra, geralmente os de supermercados; portanto, informe-se antes de usá-los. O usuário deve ficar ciente de que os cartões adicionais (cônjuges, filhos etc.) podem ser cobrados e os gastos dos mesmos são de responsabilidade do titular.

- Para o efetivo aproveitamento dos prazos para a quitação da fatura, antes de efetuar suas compras, verifique qual o melhor dia de acordo com a data de vencimento do cartão.

- Não existe preço diferenciado para o pagamento à vista e com cartão. Na insistência do fornecedor, recuse e denuncie essa prática.

- O pagamento pode ser feito integralmente na data do vencimento do documento ou rotativo, em que a administradora do cartão estipula um valor mínimo a ser pago no prazo limite da fatura. Quanto ao restante, o usuário poderá, a cada vencimento, "rolar" o excedente do mínimo pré-estabelecido naquela data.

- Pode-se usar o cartão para parcelar as compras em quantas vezes a loja consentir, sendo facultativo a cobrança ou não de juros. O valor de cada parcela entrará na fatura do mês correspondente. Fique alerta aos lançamentos efetuados na sua fatura, certificando-se de que os mesmos são referentes a compras realmente realizadas por você.

- Antes de optar por uma destas formas de pagamento, é recomendável avaliar as vantagens e desvantagens, calculando os juros do período para o saldo devedor, uma vez que eles incidirão sobre o que for financiado.

- O consumidor deve ficar atento para um hábito entre os bancos e administradoras de cartão de crédito e cartões de afinidade e/ou desconto: enviar cartão sem solicitação prévia. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, essa é uma prática abusiva e, portanto, desobriga o consumidor a pagar anuidade ou qualquer outro valor, desde que não tenha feito uso do cartão recebido.

- Nas compras pela internet, evite o uso de cartão de crédito. Procure optar pelo boleto bancário. Se isso não for possível, tente vincular o pagamento à entrega do produto ou serviço. Procure também se informar minuciosamente sobre o sistema de segurança oferecido pelo site.

- Nunca assine comprovantes em branco e, na hora da compra, se o preenchimento for manual, exija que o decalque seja feito na sua presença, verificando se todas as vias estão preenchidas.

- Havendo erro ou rasuras no preenchimento do comprovante, exija que ele seja inutilizado e refeito. Solicite que o carbono seja rasgado, para que não sejam feitas cópias dos números e uma duplicata falsificada do cartão. Por fim, quando o cartão for devolvido, confira se ele não foi trocado.




© Copyright 1989 - 2011 Cwb Consultoria ® - Todos os direitos reservados
Curitiba (41) 3027-0535 / 4062-2001 - São Paulo (11) 3211-7222